sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Universo In-verso I

Eu não tenho mais idade pra ciúmes,
nem paciência pra brincar com facas de dois gumes,
nem idade pra brincar de carinho,
nem mandar cartinhas bonitas.

Eu não tenho mais idade pra me cortar durante o aparo da barba,
nem paciência pra fingir não conhecer quem eu briguei,
nem idade pra idealizar as pessoas,
nem cabeça pra mentir.

Eu não tenho mais a cara que eu tinha,
eu não tenho mais paciência pra fingir não ver meus pais ao dormir,
nem pra desconstruir alguns castelos.

Eu não tenho mais cara pra ser criança.
Eu só tenho cara pra ser eu.
E só.

Um comentário:

Amelie disse...

É o tempo que passa.